Dormir após o almoço faz engordar?

Veja se a situação a seguir te parece familiar: depois de saborear uma comida deliciosa, você sente um peso nas pálpebras, a respiração fica mais tranquila e nesse momento nada parece mais apropriado que uma soneca. Se identificou? Tudo bem, essa sensação é mais comum do que você imagina. Pena que, na correria do dia a dia, quem tem a possibilidade de se render a essa vontade do corpo é um verdadeiro privilegiado. Os demais precisam superar o sono e prosseguir com suas atividades no período da tarde, principalmente quem trabalha fora de casa. Acontece que, além das exigências da rotina, há outra coisa que impede a sesta tranquila de muita gente: o medo de engordar. Mas será que isso tem fundamento? Segundo os médicos, não.

No que se refere ao metabolismo, o hábito de repousar pouco tempo após as refeições não influencia no ganho de peso. Nesse processo, é muito mais importante o equilíbrio entre a quantidade de calorias consumidas e a quantidade gasta. Assim, de nada adianta evitar a todo custo a sesta se você costuma comer bastante e leva uma vida sedentária, por exemplo. Aliás, as pessoas que trabalham sentadas por longos períodos, como é o caso de quem desempenha atividades em frente ao computador, têm muito mais chances de engordar por causa disso do que pelo fato de dormirem um pouco após o almoço.

Adotar um estilo de vida que inclua alimentação balanceada associada à atividade física faz muito mais sentido que se privar de uns minutinhos de descanso. Por falar nisso, vale lembrar que a sesta ideal dura de 20 a 30 minutos, e é capaz de trazer benefícios cientificamente comprovados, como melhoria da memória e da capacidade de aprendizado. Portanto, da próxima vez que alguém disser que dormir após o almoço faz engordar, não acredite, é mito!

Dormir após o almoço faz engordar?
Gostou da explicação?